Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de 2015

Não sabes o quão linda és

Por que não celebrei o Natal

"Por que não celebrei o Natal" por Pablo Antunes

Assim como 5 bilhões de habitantes deste planeta, não sou cristão. Nas mais de três décadas vividas, cresci com uma avó católica, estudei em uma escola luterana, frequentei um centro espírita, de longe admirei o budismo; contudo, afastei-me do sentido sacro das religiões para observá-las e admirá-las por seu lado antropológico e mitológico. Atualmente, para mim, o cristianismo adquiriu um caráter de mitologia, assim como as antigas crenças gregas e egípcias. Portanto, celebrar o nascimento de Jesus de Nazaré seria o mesmo que comemorar as façanhas de Zeus ou de Osíris. Reunir-me com a família e amigos para festejar um acontecimento que não me toca mais seria o mesmo que preparar a ceia para o Ramadã ou o Hanuká. Nada disso me envolve mais. O dia 24 de dezembro se tornou como os dias 8, 12 ou 20, 28. Portanto, resolvi não fingir a mim mesmo ao desejar um feliz alguma coisa sem significado nenhum para mim.

Livre dos dogmas ou …

TerŞarau de 15 de dezembro

Foi uma grande satisfação o nosso encontro da última terça-feira no derradeiro TerŞarau de 2015, quando abordamos um tema tão relevante para a contemporaneidade: "Viver com as diferenças". Agradeço a presença do público que compareceu ao Aroma Literário para prestigiar o evento e para debater o assunto. Certamente, foi bastante enriquecedora a nossa troca de ideias e experiências.

























Os poemas e textos recitados e declamados foram os seguintes: "Uma toupeira na calçada" de António Manuel Pires Cabral
"Abandonar os nossos preconceitos" de Henry David Thoreau
"O Ensina-me" de Bertold Brecht
"Desejos vãos" de Florbela Espanca
"O constante diálogo" de Carlos Drummond de Andrade
Trecho de "O centauro no jardim" de Moacyr Scliar
"Viver sempre também cansa" de José Gomes Ferreira
Trecho de "Dama da noite" de Caio Fernando Abreu
"Sobre a riqueza que é aprender com as diferenças" de Pablo Antunes O TerŞarau t…

Sobre a riqueza que é aprender com as diferenças

TerŞarau de 17 de novembro

Que noite agradável a de ontem, quando nos encontramos no TerŞarau para abordarmos o tema "As mentiras que contamos". Agradeço a presença do público que lotou o Aroma Literário para prestigiar o evento.

Em suas variadas manifestações, a mentira serve tanto para fazer algo parecer o que não é, quanto para falsear o relato de um evento passado, além de quebrar uma expectativa criada pela palavra de alguém. A mentira também é uma forma de tentativa de manipulação da realidade, ou seja, a mentira é um querer ser verdade, que muitas vezes se manifesta não apenas em relação ao outro, mas também como um auto-engano.































Os poemas e textos recitados e declamados foram os seguintes:
“A Verdade e a mentira” de Patativa do Assaré
“Garçom…” de Tati Bernardi
“Mentiras” de Florbela Espanca
Trecho de “De Pernas Abertas” de Pablo Antunes
“Dois Rumos” de Carlos Drummond de Andrade
“Mentiras que poderiam ser verdades” de Mia Couto
“O mentiroso” de Jean Cocteau
“A implosão da mentira” de Affonso Romano de S…

TerŞarau de 20 de outubro

Foi um prazer encontrar tantos amantes da cultura e da literatura no TerŞarau de ontem, 20/10, que tratou do tema "Encontros, Reencontros e Despedidas".

Vivemos em uma constante relação de alteridade desde o nascimento, o que inclui aproximações e afastamentos. Em cada encontro, reencontro ou despedida, estamos em contato conosco, com alguém, com o divino, com uma lembrança, com uma possibilidade. Ontem, nos encontramos para uma ótima noite de celebração da poesia e da prosa com a certeza de que a nossa breve despedida não é mais do que um "até a vista".

Os poemas e textos recitados e declamados foram os seguintes:
"Em todas as ruas te encontro" de Mário Cesariny
Trecho de "Coelho e Guerra" de Pablo Antunes
"Quantas vezes a insônia é um dom" de Clarice Lispector
Trecho de "Alice no país das maravilhas" de Lewis Carrol
"A Força desta nossa despedida" de Bernardo de Brito
Trecho de "Odisseia" de Homero

Encanta-me a beleza

Maldito cupido

O humano é antinatural

Ao ferir um coração

O que tenho

Nada será mais antigo

Contos Perigosos

De Pernas Abertas

TerŞarau de 15 de setembro

No TerŞarau de ontem, 15/09, tratamos de um tema da maior relevância: Um Mundo em Transformação.
Diversos são os desafios do mundo atual, afinal vivemos em um período em que o contraditório emerge sem que haja tanta tolerância para o diálogo. Agradeço a participação dos presentes que contribuíram para a reflexão e o debate centrados em alguns pontos como: a democracia em transformação; a sociedade de consumo; o fundamentalismo religioso e política internacional; as mudanças climáticas; as relações afetivas.

Foram recitados e declamados os seguintes textos:
"À trágica morte de rainha de França, Maria Antonieta" de Manuel du Bocage
"A Ilusão Política das Grandes Manifestações Populares" de Fernando Pessoa
"O Analfabeto Político" de Berthold Brecht
"Sociedade do Desperdício" de Agustina Bessa-Luís
"Eu, Etiqueta" de Carlos Drummond de Andrade
"Ser Religioso com Vantagem" de Friedrich Nietzsche
Excertos de "A pipoca" de Rubem Alv…

Quando eu morrer (ou o primeiro dia após o último)

TerŞarau de 18 de agosto

No TerŞarau de ontem, 18/08, foi prestada uma homenagem ao escritor Mário de Andrade, figura capital do Modernismo brasileiro. Principal nome da Semana de Arte Moderna de 1922, Mário de Andrade é um importante personagem no avanço das manifestações artísticas brasileiras no século XX, tanto como escritor quanto crítico e musicólogo. Foram recitados e declamados os seguintes textos:
“Eu Sou Trezentos...” de Mário de Andrade
“Tu” de Mário de Andrade
Trecho do “Prefácio Interessantíssimo” de Mário de Andrade
“Ode ao burguês” de Mário de Andrade
“Pronominais” de Oswald de Andrade
“Os sapos” de Manuel Bandeira
Trechos dos capítulos I, VII, IX e XI de “Macunaíma o herói sem nenhum caráter” de Mário de Andrade
“Lundu do escritor difícil” de Mário de Andrade
“Moça linda bem tratada” de Mário de Andrade
“Descobrimento” de Mário de Andrade
“Mário de Andrade desce aos infernos” de Carlos Drummond de Andrade
“Quando eu morrer quero ficar” de Mário de Andrade Agradeço a presença de todos que prestigiaram este T…

TerŞarau de 21 de julho

Hoje à noite, 21/07 às 19h30, teremos mais uma edição do TerŞarau em Canela/RS.

Nesta edição, recebo o cantor Pedro Aquino para tratarmos do tema SOMOS LATINO-AMERICANOS.

Desde a Baixa Califórnia até a Terra do Fogo, dividimos similaridades e diferenças em uma região cheia de particularidades. Na busca por sua própria identidade, a América Latina vem recebendo populações de todo o mundo, o que a torna um caldeirão de culturas e experiências de vida.

Apoiados em canções, poemas e outros textos, o TerŞarau vai abordar essa condição que nos faz latino-americanos.





Novos contos na rede

Depois dos Contos Perigosos e antes do próximo livro, publiquei dois novos contos em formato e-book pela Amazon.

DEBAIXO DO NEGROR FUNESTO: Uma população é observada por olhares de visitantes indesejados. Isso acontece debaixo de um negror funesto. Todos têm muitas perguntas, mas temem a resposta.
Leia em: http://www.amazon.com.br/Debaixo-negror-funesto-Pablo-antunes-ebook/dp/B011PPN98I/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1437052786&sr=1-1

A MESMA VOZ QUE FALA E SE CALA: Qual a situação mais absurda que poderia acontecer em uma terapia? E se fosse o psicólogo a sugerir um assassinato?
Leia em: http://www.amazon.com.br/mesma-voz-que-fala-cala-ebook/dp/B011PU7VT6/ref=sr_1_2?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1437052786&sr=1-2





Debate do livro "Contos Perigosos" em 15/07

Convido a todos para o debate do meu livro Contos Perigosos que será realizado no dia 15 de julho, às 19h30, no Aroma Literário (Av. Osvaldo Aranha, 378, Canela/RS).

Falarei sobre a gênese dos contos, as inspirações para a criação literária, entre outros temas relacionados. Como em um clube de leitura, a ideia é provocar o debate e a interação entre leitores e autor.

Marquem a data em suas agendas e compareçam.




Sessão de autógrafos e bate-papo

Agradeço a participação dos amigos e leitores na sessão de autógrafos do livro "Contos Perigosos" e no bate-papo mediado por Janaína Poletti realizado ontem na Feira do Livro de Gramado. Apesar do frio congelante, senti o calor da presença de cada um. Agradeço a oportunidade aos organizadores da Feira, bem como a presença do patrono Airton Ortiz, que tornou tudo ainda mais especial.










Sessão de autógrafos e bate-papo em Gramado/RS

Nesta sexta-feira, 19/06 às 18 horas, estarei na Feira do Livro de Gramado para uma sessão de autógrafos do livro "Contos Perigosos" e para um bate-papo a respeito do meu trabalho literário além dos livros.

Além dos livros, teremos telas e cubos em exposição, porque a literatura deve alcançar os leitores independentemente do formato.

Venha participar desse encontro.

O quê? Sessão de autógrafos e bate-papo com o escritor Pablo Antunes
Quando? Sexta-feira, 19/06 às 18h
Onde? Feira do Livro de Gramado (Rua Coberta, sala de autógrafos 1)






TerŞarau de 16 de junho

Hoje à noite, 16/06 às 19h30, teremos mais uma edição do TerŞarau em Canela/RS.

Nesta edição, recebo a artista plástica Beth Gloeden para tratarmos do tema O OLHAR PARA O OUTRO. Traçando um paralelo entre as obras dos artistas Van Gogh e Vik Muniz com textos literários, vamos abordar a importância da empatia e da relação com o outro.









Encerramento da oficina de criação literária

Encerrou-se ontem, quinta-feira, 28/05, a oficina de criação literária que ministrei às professoras da rede municipal de Canela/RS.

Agradeço a todas as participantes que produziram textos de cunho ficcional, permitindo-se dar vasão à criatividade e à imaginação sob supervisão e apoio técnico. Parabenizo-as pelos trabalhos e pelo esforço. Certamente há mais talento literário em Canela do que julga o público em geral.

Agradeço à Secretaria Municipal de Educação e Cultura, especialmente à secretária Neusa Dossin e a Sandra Meyer de Souza.

Agradeço à Fundação Cultural de Canela por ceder o Espaço Nydia Guimarães para a realização da oficina, especialmente a Zita Frölich.

Se os livros podem mudar as pessoas, a literatura tem o poder de mudar o mundo.


A imagem é do jornal Integração de sexta-feira, 19/05.

TerŞarau de 19 de maio

Hoje à noite teremos mais uma edição do TerŞarau em Canela/RS.
Desta vez, o tema é a SENSUALIDADE.



Como o poeta descreve um instante de tristeza

Oficina de criação literária

Compartilhando a notícia veiculada pela Prefeitura Municipal de Canela.
É uma grande satisfação poder realizar a oficina de criação literária com os professores da rede municipal.



























A notícia pode ser acessada no site da Prefeitura de Canela.

P.S.: onde lê-se "filósofo", leia-se "psicólogo".

Andava o cego à beira do abismo

As vidas de Sócrates Alvinho

Do chão, caminhando rente ao muro de pedras sobrepostas iluminado pelos raios solares que aqueciam aquela manhã de outono, o gato estudava a melhor passagem entre a grade de ferro fixada sobre a divisa a separar a casa do filósofo da residência vizinha, que permanecia fechada há dois anos, ostentando uma desbotada placa de vende-se à frente. Comprimindo os membros inferiores contra o chão, agitando o traseiro, mantendo a cauda esticada como se servisse de leme, o felino foi distraído por uma formiga alada que executou um voo rasante sobre a sua cabeça. Como um boxeador, o gato desferiu golpes no ar, porém o inseto transgrediu a lei da gravidade e alçou alturas que o predador não podia alcançar. Concentrado, mais uma vez, no muro que tencionava ultrapassar, com um só salto, o felino se pôs sobre o muro e facilmente escapou entre as barras de ferro, desfilando a sua compleição elegante e esguia, em cuja natureza, forma mais bela não há. Seguindo em trajetória retilínea pelo jardim…

Daqui a pouco: ¡Viva Jazz!

Nesta noite apresentarei o projeto¡Viva Jazz! na sala de cinema do restaurante Magnólia, em Canela/RS. Todos os lugares já estão reservados. Quem não conseguir comparecer a esta edição, acompanhe o blog para se programar para a próxima.

Hoje serão exibidos dois concertos históricos de Louis Armstrong, seguidos por uma palestra e um debate mediado por mim.
Acompanhe o ¡Viva Jazz! na web:
http://vivajazzoficial.blogspot.com https://facebook.com/vivajazzoficial

O ¡Viva Jazz! é destaque no site da Prefeitura de Canela

O ¡Viva Jazz! está sendo divulgado pelos canais oficiais da Prefeitura Municipal de Canela.
Agradeço ao poder executivo do município pelo apoio às iniciativas em prol da cultura.






























Confira a matéria completa no site da Prefeitura de Canela.


Acompanhe o ¡Viva Jazz! na web:
http://vivajazzoficial.blogspot.com
https://facebook.com/vivajazzoficial

Abraça-me

Projeto ¡Viva Jazz! em Canela

Prezados amigos e leitores,
tenho o prazer de informar que, além do TerŞarau, agora também apresentarei outro programa cultural que chega a Canela e à Região das Hortênsias:




O projeto ¡Viva Jazz! apresentará sessões comentadas de concertos históricos e filmes de jazz, além de dar dicas de importantes jazzistas da atualidade.

Sobre o apresentador e idealizador do ¡Viva Jazz!:
Pablo Antunes, escritor e psicólogo, é um aficionado por jazz, estudioso das diferentes vertentes, do contexto histórico e das biografias de artistas desse gênero musical.

Anote em sua agenda:
O projeto ¡Viva Jazz! estreia em 27 de março às 20h no cinema do restaurante Magnólia (Rua Dona Carlinda, 255, Canela/RS).
Faça a sua reserva no telefone (54) 3278-0102 e garanta o seu lugar.
Ingresso: R$ 10,00.

Acompanhe também o blog e a fanpage em:
http://vivajazzoficial.blogspot.com/
https://facebook.com/vivajazzoficial





Para quem quer viver um pouquinho mais a ótima tarde que tivemos no lançamento de Contos Perigosos, aí está um breve vídeo que dá um aperitivo desse nosso encontro.

Perdeu o evento? Então assista e curta alguns segundos da ocasião.

Obrigado, Alexsander Webber, pelo registro.


Contos Perigosos: lançamento

Ontem foi um daqueles dias que guardarei para sempre na memória. No evento realizado na tarde de 21/02/2015, fiquei imensamente feliz em receber amigos e leitores para o lançamento dos Contos Perigosos.
Agradeço cada mensagem de carinho que ouvi e os belos recados deixados no livro de presença. Aos amigos do Empório Canela, deixo um muito obrigado pela parceria. Todo o carinho, apoio e incentivo são grandes impulsionadores para seguir criando e fazendo arte.
Vocês tornaram tudo tão especial.